sábado, 9 de abril de 2011

"SAÚDE - AÇAFRÃO, ANTICANCERÍGENO COMPROVADO"


Cúrcuma (Curcuma longa Linn.) ou açafrão da Índia ou “Turmeric” é uma planta da família do gengibre sendo a raiz a parte mais utilizada na culinária e na medicina. No Brasil, principalmente em Minas Gerais e Goiás, é conhecida como Açafrão da Terra, Açafroa ou Gengibre Amarelo.

É no rizoma da Curcuma longa que está o componente mais ativo da planta, a curcumina presente em 2 a 5% deste delicioso tempero.

A curcumina comercial encontrada nos mercados a preços bem acessíveis, contém três cucurminoides que lhe confere a cor amarelo alaranjada: curcumina (77%), demetoxicurcumina (17%) e bisdemetoxicurcumina (3%).

Ela é muito consumida na Índia, em média 1,5 g a 2 g por dia de cúrcuma, como tempero. É o principal condimento do curry , ao qual ele dá sua cor alaranjada. Estudos recentes mostram que podemos ingerir até 8 g/dia sem efeitos colaterais, entretanto a biodisponibilidade celular da curcumina é muito baixa , devido à rápida glucoronidação hepática e intestinal. A adição de pimenta do reino aumenta em 2000% a biodisponibilidade do princípio ativo.

Foram encontradas 1492 referências no Medline sobre a atividade biológica da curcumina. Recentemente a literatura médica mostrou que a Cúrcuma possui os seguintes efeitos:

1. Anticâncer

2. Aumenta o efeito da quimioterapia nas situações de resistência a múltiplas drogas

3. Antiaterosclerótico

4. Antinflamatório

5. Reduz o colesterol

6. Diminui a oxidação da LDL

7. Inibe a agregação das plaquetas

8. Diminui o tamanho da trombose no infarto do miocárdio

9. Diabetes tipo II: hipoglicemiante, diminui os níveis de hemoglobina glicosilada e diminui a microalbuminúria

10. Esclerose Múltipla: diminui as crises de exacerbação

11. Alzheimer: retarda o processo degenerativo

12. Fibrose cística: corrige alguns defeitos

13. Doenças inflamatórias dos olhos: uveíte anterior crônica, pseudotumor orbital idiopático

14. Diminui as dores na artrite reumatoide

15. Efeito nas doenças de pele: psoríase e dermatites

16. Efeito na esclerodermia

17. Estimula regeneração muscular

18. Melhora a regeneração das feridas

19. Cicatriza escaras

20. Protege o fígado e rins de lesões tóxicas

21. Aumenta a secreção biliar

22. Diminui a formação de cálculo biliar

23. Efeito nas doenças inflamatórias de intestino

24. Protege contra a formação de catarata

25. Protege o pulmão da fibrose

26. Inibe a replicação do HIV

27. Inibe a reprodução das leishmanias

Efeitos da Curcumina no Câncer

A curcumina possui uma série de efeitos na prevenção e no tratamento do câncer. É o fitoquímico que inibe o maior número de vias de sinalização, transdução e transcrição que conhecemos e por esse motivo possui potente efeito no câncer como antiproliferativo, apoptótico , antiangiogênico e antimetastático.

Também é um potente agente antinflamatório (a inflamação está implicada na carcinogênese).

A cúrcuma é mencionada nos tratados médicos da Ìndia, da China, do Tibete e do Oriente Médio há mais de 2 mil anos.

Atualmente, em idade idêntica aos ocidentais, os indianos têm 8 X menos cânceres de pulmão que os ocidentais, 9 X menos câncer de cólon, 5 X menos câncer de mama e 10 X menos câncer de rim. E isso apesar de uma exposição a múltiplos cancerígenos presentes no meio ambiente, numa escala pior que o ocidente.

O Dr. David Servan-Schereiber (autor do livro Anticâncer), quando pesquisava seu próprio câncer, ficou perplexo ao descobrir que mesmo tumores cerebrais tão agressivos como o temível Glioblastoma Multiforme, se mostrava mais sensível à quimioterapia quando se prescrevia em paralelo o consumo da cúrcuma.

Em Taiwan, os pesquisadores que tentaram tratar tumores com cúrcuma em cápsulas perceberam que era extremamente mal absorvido pelo organismo, pois o cúrcuma não passa a barreira intestinal. O ideal é sempre ser utilizado misturado à pimenta (piper nigra).

DICA DE UTILIZAÇÃO

Misturar um saquinho comercial de açafrão com meio saquinho de pimenta do reino e dissolver em azeite de oliva até formar uma pasta. Utilizar em saladas, sopas, temperos, carnes, feijão, arroz, etc..

Link sobre o assunto:
Curcumina e Câncer : antiproliferativo, antiapoptótico, antiangiogênico e antimetastático
http://www.medicinacomplementar.com.br/temanov07.asp

Um comentário: