sábado, 30 de maio de 2015

ALERTA - "METAIS PESADOS E SEUS MALES"



O adjetivo "pesado" é literal, resultado de esses materiais serem mais densos - isto é, seus átomos ficam mais próximos uns dos outros. Para ter uma idéia, 1 centímetro cúbico de um metal considerado leve, como o magnésio, pesa 1,7 grama. Já 1 centímetro cúbico de qualquer metal pesado tem pelo menos 6 gramas. E onde entram os riscos para a saúde? Em contato com o organismo, esses metais acabam atraindo para si dois elementos essenciais do corpo: proteínas e enzimas. Eventualmente eles se unem a algumas delas, impedindo que funcionem - o que pode levar até à morte. "Os metais pesados também se ligam às paredes celulares, dificultando o transporte de nutrientes", diz o químico Jorge Masini, da USP. Mesmo assim, o organismo também tem necessidade de pequenas quantidades de alguns desses metais. É o caso do cobre, que nos ajuda a absorver vitamina C. Em concentrações altas, porém, os mesmos metais são tóxicos.
Tríade inimiga Mercúrio, chumbo e cádmio são os metais mais perigosos
PULMÕES
Ficam inflamados em contato com o cádmio
FÍGADO E RINS
São os órgãos mais danificados pelo cádmio
MÃOS
Suas articulações - até as dos dedos e do pulso - ficam paralisadas por contaminação de chumbo
CÉREBRO
Ingerido em peixes contaminados, o mercúrio debilita as funções cerebrais. E o vapor do metal causa distúrbios psíquicos, como depressão
APARELHO DIGESTIVO
É atacado pelo chumbo e pelo cádmio
Males metálicosMetais pesados têm diferentes graus de toxicidade
Altamente tóxicos
Tóxicos, mas os riscos de contaminação se restringem a trabalhadores da indústria
Úteis para o organismo em pequenas quantidades, mas tóxicos em grandes quantidades
Não-tóxicos em pequenas quantidades, mas tóxicos em grandes quantidades
METAL - CÁDMIO (Cd)
DANOS AO ORGANISMO - Inflamação nos pulmões, problemas no fígado e nos rins
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Fumaça de cigarro e alimentos preparados em vasilhas feitas com esse metal
METAL - CHUMBO (Pb)
DANOS AO ORGANISMO - Dores abdominais, distúrbios na visão, paralisia nas mãos
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Tintas e alimentos contaminados por pesticidas à base do elemento
METAL - MERCÚRIO (Hg)
DANOS AO ORGANISMO - Perda da visão, debilitamento das funções cerebrais, coma
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Ingestão de peixes contaminados e o vapor do metal
METAL - CROMO* (Cr)
DANOS AO ORGANISMO - Úlceras, inflamação nasal, câncer de pulmão
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Contato com resíduos na indústria de curtição de couros
METAL - NÍQUEL (Ni)
DANOS AO ORGANISMO - Doenças respiratórias, alergias
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Exposição a vapores do metal em indústrias metalúrgicas
METAL - PLATINA (Pt)
DANOS AO ORGANISMO - Urticária, problemas respiratórios
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Contato com resíduos em fábricas que industrializam o metal
METAL - PRATA (Ag)
DANOS AO ORGANISMO - Dores abdominais, vômito e diarréia
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Ingestão acidental em indústrias que trabalham com derivados do material
METAL - COBALTO (Co)
DANOS AO ORGANISMO - Problemas respiratórios, alergias
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Contato com a poeira do metal em indústrias
METAL - COBRE (Cu)
DANOS AO ORGANISMO - Febre, náuseas, diarréia
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Ingestão de água contaminada pelo metal presente em encanamentos
METAL - FERRO (Fe)
DANOS AO ORGANISMO - Vômitos, diarréias e problemas intestinais
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Transfusões de sangue, excesso de ferro na alimentação
METAL - MANGANÊS (Mn)
DANOS AO ORGANISMO - Distúrbios neurológicos, como Mal de Parkinson
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Inalação de poeira do material na indústria de mineração
METAL - ZINCO (Zn)
DANOS AO ORGANISMO - Tosse, febre, náusea, vômitos
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Contato com resíduos de indústrias metalúrgicas
METAL - ESTANHO (Sn)
DANOS AO ORGANISMO - Náusea, vômito e diarréia
FORMAS DE CONTAMINAÇÃO - Resíduos do metal em comidas enlatadas
Fonte : Revista Mundo Estranho

sábado, 16 de maio de 2015

SAÚDE - "PORQUE DORMIR DO LADO ESQUERDO DO CORPO"



De qual lado do corpo você tem o hábito de dormir ? Direito ou esquerdo ? Ou você é mais uma das pessoas que prefere dormir de barriga para cima ? Especialistas advertem que o melhor lado para dormir é o esquerdo. A seguir, descubra o porque.

5 benefícios de dormir do lado esquerdo do corpo

Pode ser que o título desse artigo te surpreenda. Talvez você seja uma pessoa que, até o momento, não havia parado para pensar no fato de que Dormir em determinada posição pode ser mais ou menos benéfico para nosso corpo. Mas, ao que parece esse detalhe tem sim sua importância.

A realidade é que a medicina oriental já nos dizia a muito tempo que todos deveríamos dormir sobre o lado esquerdo do corpo. Um estudo recente publicado no The Journal of Flinical Gastroenterology demonstrou isto através de princípios simples, que o doutor John Doulliard nos explica para que entendamos melhor essa questão.
Nesse espaço, faremos um pequeno resumo desse estudo para que o coloquemos em prática, e temos certeza que te convencerá.


1. Favorece a drenagem linfática
O doutor Doulliard explica que dormir do lado esquerdo é agir da forma natural. Essa parte é o lado dominante do Sistema linfático é por esse lado que ocorrem drenagens, por onde a linfa transporta elementos importantes como as proteínas, glicose, metabolitos e elementos que devem ser filtrados pelos nódulos linfáticos e que devem ser conduzidos pela parte esquerda.
Assim, lembre-se que o primeiro princípio é precisamente devido ao nosso sistema linfático, que se beneficiará ao dormirmos desse lado.


2. Por razões anatômicas
Pode ser que agora você não se lembre, mas tanto o estômago quanto o Pâncreas situam-se do lado esquerdo do corpo. Se nos posicionamos desse lado para dormir favorecemos uma melhor digestão. Esse é um modo de canalizar melhor os sucos gástricos, também ajudando as enzimas pancreáticas a serem secretadas com facilidade. Tudo isso ocorre lentamente, e não de uma vez como, por exemplo, costuma ocorrer quando dormimos sobre a parte direita.


3. Para o bem-estar do coração
Surpreso (a)? Provavelmente sim. Esse estudo nos explica que mais de 80% do Coração encontra-se do lado esquerdo do corpo e que por meio do simples ato de dormir do lado esquerdo, favorecemos a saúde desse órgão de um modo simples e natural. Além disso, como já mencionamos, o sistema linfático faz a drenagem mais facilmente nessa posição.

Outro ponto a considerar é que a aorta sai do coração tomando uma forma arqueada para o lado esquerdo para chegar ao abdômen. Se dormirmos do lado esquerdo o coração bombeará o sangue de forma mais simples e eficaz, impulsionando-o mais facilmente.


4. Você costuma cochilar depois do almoço?
Se você costuma cochilar um pouco depois do almoço, principalmente quando come muito, então não se esqueça de fazer isso optando sempre por se deitar sob seu lado esquerdo. Dessa forma estará favorecendo a digestão e levantará mais relaxado e menos cansado, sem dor no estômago. Prove e verá como cai bem essa soneca pós almoço optando pelo lado esquerdo.


5. Pela saúde do baço
O baço, como se lembrará, também fica do lado esquerdo do corpo. Esse órgão também é parte básica do sistema linfático, necessário para filtrar o sangue e para executar uma ótima função linfática. Se dormirmos na parte esquerda do corpo faremos com que nossos fluidos se dirijam até o baço de uma forma mais simples, favorecendo o sentido natural da gravidade em nosso corpo. A maior parte de nosso sistema linfático executa suas tarefas desse lado do corpo.

Logo, você já sabe, por questão de saúde é sempre mais recomendável dormir do lado esquerdo. Que tal tentar esta noite ?


(http://melhorcomsaude.com/)

quarta-feira, 6 de maio de 2015

ALERTA : "BRASIL CAMPEÃO MUNDIAL EM USO DE AGROTÓXICOS, INCLUSIVE OS PROIBIDOS"

(PROSTITUTAS EM SERVIÇO)

O setor agrícola brasileiro comprou, no ano de 2012, 823.226 toneladas de agrotóxicos, sendo que muitos deles são PROÍBIDOS em outros países.
De 2000 a 2012, o aumento em toneladas compradas foi 162,32%.
Os dados estão no Dossiê Abrasco - Um Alerta sobre os Impactos dos Agrotóxicos na Saúde, elaborado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), em evento na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).
"Desde 2009 o Brasil assumiu a posição de primeiro consumidor mundial de agrotóxico. O consumo daria 5,5 quilos por brasileiro por ano", disse o diretor da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), Paulo Petersen.
Monocultura e transgênicos
Petersen explica que esse aumento está diretamente relacionado à expansão da monocultura e dos transgênicos.
"Ao contrário do que vinha sendo propagandadeado quando [os transgênicos] foram lançados, que permitiriam que o uso de agrotóxico diminuísse, porque seriam resistentes às pragas, o que se verificou foi o oposto. Não só está usando mais, como está usando agrotóxicos mais poderosos, mais fortes. Nós fomos levados a importar em regime de urgência determinados agrotóxicos que sequer eram permitidos no Brasil para combater pragas na soja e no algodão transgênicos, que foram atacados por lagartas," explicou Petersen.
Segundo ele, 22 dos 50 princípios ativos mais empregados em agrotóxicos no Brasil estão banidos em outros países, além de haver uso além da necessidade técnica e métodos menos tóxicos e eficientes para o controle de pragas. "Estamos em uma situação de total descontrole, o Estado não cumpre o processo de fiscalização como deveria e a legislação para o uso de agrotóxicos também não é cumprida," disse.
Pronara
O Brasil registrou, entre 2007 e 2014, 34.147 casos de intoxicação por agrotóxico, de acordo com o presidente da ABA. Entre os problemas causados por esse tipo de intoxicação estão mal formação de feto, câncer, disfunção fisiológica, problemas cardíacos e neuronais.
Desde a primeira edição, o debate sobre a questão foi ampliado na sociedade civil e também no governo e levou à criação do Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara), cuja minuta está pronta mas ainda aguarda lançamento oficial pelo governo.

www.diariodasaude.com.br