sexta-feira, 29 de março de 2013

PESQUISA - "FILTROS DE BARRO SÃO MAIS EFICIENTES"



Nada de purificadores, torneira de cozinha com filtros, nem galões com água  mineral.

O melhor mesmo para limpar a água das impurezas é o bom e velho filtro de barro.

Uma pesquisa norte-americana mostra que os filtros à vela, aquelas câmaras de filtragem de cerâmica, são muito eficazes na retenção de cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo (95% de retenção) e ainda retém 99% de Criptosporidiose, um parasita causador de doenças.

Em outras palavras, o sistema básico de filtragem de água, mais utilizado pelos brasileiros antigamente, é um dos mais eficientes do mundo.


As conclusões foram publicadas no livro The Drinks Water Book, de Colin Ingram.

A superioridade dos filtros de barro ocorre devido ao sistema em que a água passa lentamente pelo filtro e goteja no reservatório inferior.

Como o processo é mais demorado e a pressão exercida pelo fluxo de água é maior, o filtro consegue reter os micro-organismos e sedimentos.

De acordo com a Revista Veja, há estudos que mostram que esse tipo de filtro consegue reter até 99% das partículas.

Também segundo a pesquisa, muitos modelos atuais lançados no mercado não têm utilidade, uma vez que não impedem que substâncias perigosas, como o arsênio, passem batido no método de filtragem.

Para aumentar a eficácia da qualidade da água, já há modelos de purificadores com dispositivos de tratamento embutidos.

Ainda assim os simples filtros de barro levam vantagem por serem mais baratos, já que um purificador pode custar até três vezes mais. 

Fonte - Ciclo Vivo

quarta-feira, 20 de março de 2013

PESQUISA - "CHEIRO DAS ÁRVORES REDUZ ESTRESSE, AUMENTA IMUNIDADE E REGULA A PRESSÃO ALTA"



Caminhar no parque e sentir o cheiro das árvores pode significar mais do que se pensa na vida e na saúde do homem.

Um estudo feito no Japão avalia o efeito terapêutico dos aromas das árvores e pode dar origem a um novo tratamento alternativo.

De acordo com os especialistas, quando os cheiros da floresta começam a agir no organismo, eles já diminuem o estresse e a irritação.

Sendo assim, caminhar numa área verde pode estabilizar a pressão arterial e fortalecer a imunidade das pessoas.


O estudo analisou os efeitos que os óleos essenciais e os odores emitidos pelas árvores exercem no organismo.



Qing Li, um dos cientistas que coordenam a pesquisa, acredita que os pinheiros estejam entre as árvores que tenham um dos maiores potenciais terapêuticos na natureza.

Li criou o centro de pesquisa International Society of Nature and Forest Medicine, que viabiliza a aplicação do cheiro das árvores em tratamentos alternativos.

A ação inspirou os finlandeses, que criaram o Finnish Forest Research Institute, centro de referência que também estuda os fins terapêuticos dos cheiros das árvores.

Embora os cientistas ainda não tenham concluído as pesquisas, sobre os efeitos dos que sentimos nas florestas, já foi comprovado que olhar para fotografias com temas relacionados ao meio ambiente relaxa também cérebro !

(Com informações do The Atlantic Cities e do CicloVivo)

SAÚDE - "TÉCNICA FREQUENCIAL DA USP DIMINUI A VONTADE DE USAR COCAÍNA EM 80 %"


equipe_usp_cocaina
foto: Info - equipe com Dr.Philip ao centro

Notícia sensacional para quem tem dependente químico na família.
Uma nova tecnologia desenvolvida na Faculdade de Medicina da USP conseguiu reduzir em 80% o desejo de usar cocaína e em 60% o consumo da droga, bem mais do que as terapias com remédios, que diminuem a chamada “fissura” em até 30%.

A técnica, que aumenta as esperanças no combate à dependência química, usa estímulos eletromagnéticos no crânio e faz parte da pesquisa de mestrado do psiquiatra Philip Ribeiro.

“Os resultados da estimulação magnética são muito bons”, afirmou Ribeiro em entrevista à REVISTA INFO.


O tratamento
É ambulatorial, ou seja, o paciente não precisa ser internado.
O paciente deve fazer 20 sessões de 15 minutos, cinco vezes por semana.

Ele fica posicionado em uma cadeira ao lado de uma máquina.
Com uma bobina encostada na cabeça do paciente, o aparelho produz um potente campo magnético e, ao oscilar, gera uma corrente elétrica.

Quando as aplicações terminam, o paciente vai para um grupo semanal de prevenção de recaída por dois meses, coordenado por uma psicóloga, e recebe alta ao final de três meses.

Como age
O método indolor age no cérebro do dependente de cocaína e ativa as regiões responsáveis pelo poder de decisão e pela sensação de saciedade, que ficam comprometidas durante crises de abstinência.

“O método estimula as áreas do cérebro do paciente que foram atrofiadas com o uso da droga. A corrente estimula essas áreas para funcionar de uma maneira mais eficaz”, diz.

Resultados
Os resultados do tratamento são acompanhados por exames de urina e avaliações neuropsicológicas, que comprovaram a mudança de comportamento. “Os pacientes apresentam diminuição da ansiedade e apresentam melhoria de humor. 

O tratamento reduz os sintomas da abstinência e faz com o que o paciente consiga, mesmo quando tem vontade, não usar a droga”, diz Ribeiro.

Efeitos colaterais
São poucos. O sintoma mais comum é a dor de cabeça que, segundo Ribeiro, não é insuportável a ponto de prejudicar o tratamento.
“O perfil de efeitos colaterais é baixo e temos normas de segurança muito rígidas, como o intervalo entre as aplicações e potência da corrente aplicada”, afirma. 

A pesquisa
O estudo é o primeiro do mundo de caráter científico a analisar os efeitos da estimulação magnética em dependentes de cocaína. 
“Somos os primeiros a desenvolver uma pesquisa que cientificamente tem valor e trabalha essa questão de maneira mais aprofundada”, afirma Philip.

A técnica é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina para o tratamento da depressão e outros transtornos psiquiátricos que não respondem a medicamentos e também no tratamento da dor.

Apesar do pioneirismo e dos ótimos resultados do método em usuários de cocaína, são necessárias novas pesquisas para que a técnica seja difundida pelo mundo. 

“Para cocaína e outras substâncias, o método não está aprovado porque as pessoas precisam replicar os resultados. Precisamos ter certeza que o resultado é o mesmo”, diz Ribeiro.

Mas o futuro da técnica parece ser promissor. “Em dois ou três anos, teremos mais dados. Vários pesquisadores do nordeste, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, por exemplo, começarão suas pesquisas”, afirma.

Ribeiro já finalizou sua tese e defendeu o projeto de mestrado em novembro de 2012.

O trabalho foi orientado pelo professor Marco Antonio Marcolin, da FMUSP. “Nosso próximo passo é testar os tratamento em dependentes de crack. 

O projeto está sendo escrito no momento", diz.

(Com informações da Info.)

domingo, 17 de março de 2013

DEUS E OS IGNORANTES



Querem dar ao povo, aos ignorantes, aos pobres de espírito uma idéia do
poder de Deus ? 

Mostrem-no na sabedoria infinita que preside a tudo, no
admirável organismo de tudo o que vive, na frutificação das plantas, na
apropriação de todas as partes de cada ser às suas necessidades, de acordo
com o meio onde ele é posto a viver. 

Mostrem-lhes a ação de Deus na
vergôntea de um arbusto, na flor que desabrocha, no Sol que tudo vivifica.

Mostrem-lhes a sua bondade na solicitude que dispensa a todas as criaturas,
por mais ínfimas que sejam, a sua previdência, na razão de ser de todas as
coisas, entre as quais nenhuma inútil se conta, no bem que sempre decorre de
um mal aparente e temporário. 

Façam-lhes compreender, principalmente, que o
mal real é obra do homem e não de Deus; não procurem espavori-los com o
quadro das penas eternas, em que acabam não mais crendo e que os levam a
duvidar da bondade de Deus; antes, dêem-lhes coragem, mediante a certeza de
poderem um dia redimir-se e reparar o mal que hajam praticado. 

Apontem-lhes
as descobertas da Ciência como revelações das leis divinas e não como obras
de Satanás. Ensinem-lhes, finalmente, a ler no livro da Natureza,
constantemente aberto diante deles; nesse livro inesgotável, em cada uma de
cujas páginas se acham inscritas a sabedoria e a bondade do Criador. 

Eles,
então, compreenderão que um Ser tão grande, que com tudo se
ocupa, que por tudo vela, que tudo prevê, forçosamente dispõe do poder
supremo. Vê-lo-á o lavrador, ao sulcar o seu campo; e o desditoso, nas suas
aflições, o bendirá dizendo: Se sou infeliz, é por culpa minha. 

Então, os homens
serão verdadeiramente religiosos, racionalmente religiosos, sobretudo, muito
mais do que acreditando em pedras que suam sangue, ou em estátuas que
piscam os olhos e derramam lágrimas.

( A GÊNESE - ALLAN KARDEC )

sexta-feira, 15 de março de 2013

ANTIGO E AUTÊNTICO TEXTO EGÍPCIO DESCREVE JESUS COMO UM MUTANTE



Decifrado recentemente, um texto egípcio de 1,2 mil anos conta que Jesus teria celebrado a Santa Ceia com Pôncio Pilatos (o juiz que autorizou sua crucificação, de acordo com os Evangelhos Canônicos), numa terça-feira e não numa quinta, e que Jesus era capaz de mudar sua aparência (uma explicação para a maneira que Judas teria usado para ajudar soldados romanos a identificá-lo na hora da prisão).

De acordo com o pesquisador Roelof van den Broek, que publicou a tradução em seu livro “Pseudo-Cyril of Jerusalem on the Life and the Passion of Christ” (“Pseudo Cirilo de Jerusalém sobre a Vida e a Paixão de Cristo”, sem edição no Brasil), é importante ressaltar que, embora a existência do relato não possa garantir que as coisas ocorreram dessa maneira, haviam pessoas na época que acreditavam nele.

Há pelo menos duas cópias do texto, escrito na linguagem copta (do povo egípcio do período helenístico e do período sob dominação romana): um na Biblioteca e Museu Morgan em Nova York e outro no Museu da Universidade da Pensilvânia (ambos nos EUA).

 Boa parte da tradução foi feita a partir da cópia que se encontra em Nova York, mais conservada.

Café com Pilatos

“Sem maior tumulto, Pilatos preparou a mesa e comeu com Jesus no quinto dia da semana. E Jesus abençoou Pilatos e toda a sua casa (…) [depois, Pilatos disse a Jesus] bem, observe, a noite chegou, levante-se e bata em retirada, e quando a manhã chegar e eles me acusarem por sua causa, eu devo dar a eles o único filho que tenho para que eles possam matá-lo em seu lugar”.
De acordo com o texto, Jesus teria agradecido a Pilatos por sua boa vontade, mas recusado a oferta e mostrado que, se desejasse, poderia escapar de outras formas, desaparecendo em seguida.

Van den Broek lembra que, na Igreja Copta e em igrejas da Etiópia, Pilatos é considerado um santo, e isso explicaria o retrato mais amigável que ele recebeu nesse e em outros textos.

Jesus metamorfo

“Então os judeus disseram a Judas: como vamos prendê-lo [Jesus], pois ele não tem uma única forma, sua aparência muda. Às vezes ele é corado, às vezes ele é branco, às vezes ele é vermelho, às vezes ele tem cor de trigo, às vezes ele é pálido como um asceta, às vezes ele é um jovem, às vezes um velho…”
Se Jesus era capaz de mudar radicalmente de aparência, uma simples descrição física não bastaria para que os guardas romanos o identificassem, o que teria motivado Judas a escolher um sinal (um beijo no rosto, de acordo com os Evangelhos Canônicos).

Embora muitos leitores possam ter achado a ideia curiosa, ela é ainda mais antiga do que o texto egípcio. “Essa explicação do beijo de Judas foi encontrada primeiro em Orígenes [um teólogo que viveu de 185 a 254]“, explica o pesquisador.

 Na obra Contra Celsum, Orígenes escreveu que “para aqueles que o viam, [Jesus] não aparecia da mesma forma para todos”.


(Tipo) São Cirilo

O autor do texto assina como São Cirilo de Jerusalém, um santo que viveu no Século 4 – da mesma forma que ocorre com diversos outros textos antigos, segundo van den Broek. 

Além disso, o autor alega que teria encontrado em Jerusalém (atualmente no território de Israel) um livro com relatos feitos pelos apóstolos sobre a vida e a morte de Jesus.

Van den Broek considera que essa alegação seria um recurso para “aumentar a credibilidade das visões peculiares e dos fatos não canônicos que ele vai apresentar, atribuindo-os a uma fonte apostólica”, estratégia que seria encontrada “frequentemente” na literatura copta.

Outro aspecto intrigante do texto é o fato de ele apontar que a “Última Ceia” teria ocorrido com Pilatos e, além disso, em um dia da semana diferente do que é celebrado há quase dois mil anos. 
“[...] É fora do comum que Pseudo-Cirilo relate a história da prisão de Jesus na noite de terça-feira, como se a história canônica de sua prisão na noite de quinta não existisse”, diz van den Broek.

Van den Broek explicou que “no Egito, a Bíblia já havia se tornado canônica no quarto/quinto século, mas histórias apócrifas e livros permaneceram populares entre cristão egípcios, especialmente entre monges”.

[LiveScience]

quinta-feira, 14 de março de 2013

O BARATO É DOIDO MAS O PROCESSO É LENTO !



Primeiro estranha-se; depois entranha-se. Foi assim que Fernando Pessoa, esse famoso publicitário definiu a mais universal das bebidas - e também mais prejudicial à saúde, embora não contendo coca (como algumas pessoas ainda pensam) e apesar de nos primórdios ser comercializada como xarope benfazejo e vendida exclusivamente nas farmácias...

Para sua informação saiba que entre outros elementos que entram na receita (secreta!) da Coca-Cola um dos ingredientes activos é o ácido fosfórico que tem um ph 2,8

O ácido fosfórico também dissolve o cálcio aos ossos e é o maior contribuinte para o aumento da osteoporose. 

Há alguns anos realizou-se uma pesquisa na Alemanha para detectar a razão do aparecimento de osteoporose em pré-adolescentes. Conclusão : consumo excessivo de Coca-Cola. Dúvidas? Ponham um osso numa tigela com Coca-Cola e ele dissolver-se-á em dois dias.

A Coca-Cola Light tem sido considerada cada vez mais pelos médicos e pesquisadores como uma bomba de efeito retardado por causa da combinação com o Aspartame, suspeito de causar lúpus e doenças degenerativas do sistema nervoso.


Fonte limpa :  http://obviousmag.org/archives/2006/07/cocacola.html#ixzz2NZVSt5or

sexta-feira, 8 de março de 2013

PLANTAS E ABELHAS COMUNICAM-SE ENTRE SI ATRAVÉS DE SINAIS ELÉTRICOS !

(Bom dia dona Flor ! Bom dia dona Abelha!)

A vida real é cada vez mais parecida com a ficção científica, neste caso, uma nova descoberta parece que veio direto das páginas de alguma dessas histórias.

Segundo a nova pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, abelhas são capazes de ler os padrões elétricos emitidos por flores.

Nós sempre acreditamos que as abelhas eram atraídas para as flores com base nas fragrâncias, padrões visuais e cores. Essas novas descobertas revelam que flores usam padrões elétricos que funcionam como postos de sinais distintos para as abelhas, indicando status da flor, do seu pólen e néctar.

 O professor Daniel Robert, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, disse à National Geographic que a “eco-evolução entre flores e abelhas tem uma longa história e benefícios, por isso, talvez, não tão surpreendentes o que ainda estamos descobrindo hoje, como essa sofisticada comunicação”

Os investigadores ainda não determinam exatamente como estes insetos são capazes de detectar os padrões elétricos de flores, mas a descoberta, mesmo depois de tantos anos de estudo, indica que ainda há muito a se aprender sobre nossos pequenos amigos.

(Via: NatGeo)



segunda-feira, 4 de março de 2013

CASCA DA JABUTICABA REJUVENESCE A PELE


( Quem diria ! )

Acredito que as indústrias de cosméticos aqui no Brasil, fiquem felizes com a variedade de frutas que podem valorizar seus cosméticos naturais.

Atualmente essa lista de frutas é grande e aumenta a cada dia, com novas descobertas. 

A mais atual fonte de rejuvenescimento, com substâncias que ajudam na hidratação da pele, foi descoberta há pouco tempo, é a jabuticaba, que tem como principal componente, um composto chamado de Antocianina.

Além disso, ela tem Vitamina C, Ferro, Fósforo e Cálcio, sendo assim ela combate os radicais livres, que são as moléculas que aceleram o nosso envelhecimento.

A química Daniela Terci apresentou em sua tese de doutorado, na Universidade de Campinas, um trabalho feito com uma pesquisa minuciosa sobre a jabuticaba, depois de ter feito esse estudo, durante quatro anos sobre quatro frutas: Amora, Uva, Jambeiro e Jabuticaba, todas comuns no nordeste brasileiro.

A conclusão dessa pesquisa, é que a jabuticaba, é a segunda com mais quantidade de antocianina, sendo que em primeiro lugar ficou o jambeiro, pelo fato de ter sido encontrado esse produto na poupa e na casca, enquanto que a jabuticaba, só apresenta antocianina na sua casca, mas a quantidade é bem grande.

Daniela diz que se interessou por essa pesquisa, porque não se sabia muito, a respeito das propriedades da jabuticaba e ela achava que pela sua cor escura, merecia uma pesquisa mais minuciosa.

Depois dessa descoberta, produtos cosméticos naturais já estão aparecendo, feitos à base de jabuticaba, uma novidade que está vindo aí para melhorar ainda mais a cosmética natural, feita de fruta.

Acredito que consumir jabuticaba, já é acrescentar mais propriedades para beneficiar a nossa saúde, quanto aos produtos de beleza, vale a pena experimentar. 

(Marcelo Souza para http://textolivre.com.br/)